Computação nas nuvens!

A computação nas nuvens, conforme o Google, é um conceito, é o futuro.
Agora querem nos levar às nuvens!
Em casa, apenas um teclado e um monitor ou outro aparelho parecido.
Todo o acervo que possuímos em casa, desde fotos, contas, livros, num futuro próximo, tudo agora passa a pairar virtualmente sobre nós e poderão ser acessados a qualquer tempo e lugar. Um conceito que parece longínquo, mas se observarmos a evolução de portabilidade e acesso a computadores e à Internet, percebemos que o avanço tecnológico voa cada vez mais rápido.
E nessa linha de raciocínio é que se vislumbra o acesso, inclusive a uma diversidade incrível de softwares, que poderão ser acessados segundo as necessidades de cada usuário. Os engenheiros do Google e demais empresas que abraçam essa ideia acreditam que com isso os computadores terão preço cada vez mais acessível, bem como os programas utilizados, que poderão ser até mesmo gratuitos.
Obviamente não se trata de filantropia, mas de um olhar bem além dos horizontes de empresas tradicionais, que terão sérios problemas para sobreviverem diante desse avanço.
Uma nova era que se inicia num sonho e concretizando-se, convergirá para uma realidade, a tão sonhada democratização do uso das novas TIC.
No vídeo abaixo, Eric Schmidt, CEO do Google, explica em entrevista ao Jornal da Globo, de 06/05/2008, o "cloud computing". A Internet como depositária de dados e programas, para acesso de qualquer lugar, de celulares, PCs, handhelds, etc. A computação onde você não fica mais preso ao PC onde instalou seus programas e salvou seus dados, mas livre para acessar tudo de qualquer lugar, a qualquer hora, de qualquer dispositivo.além de apresentar esse enfoque mais precisamente, trata também da necessidade de se permitir ousar, criar, construir algo novo. E inovar conseqüentemente gera novas formas de pensar, agir, reagir, como também novas ferramentas, receitas, softwares, possibilidades, enfim cria e recria novos saberes, algo essencial para a Educação de Qualidade, e para todos!


video

0 comentários:

Postar um comentário